EspaÁo MŪstico



Copyright © 1997-2012
EspaÁo MŪstico
"O lado esotťrico da Internet"
Direitos Reservados

Os artigos da EspaÁo MŪstico podem ser copiadas com tanto que um link seja feito para www.mistico.com

Respeitamos a sua privaciade: PolŪtica de Privacidade



Atualização glossário energético
Enviado por: José Luiz




GLOSS√ĀRIO ‚Äď ENERG√ČTICO


A
cupuntura - consiste na inserção de agulhas em determinados pontos do corpo, pelos quais se acredita fluir energia vital. Nos países ocidentais, é usada principalmente para aliviar a dor.

√Āgata - pedra - Desenvolve a coragem e a for√ßa, ajudando a descobrir a verdade e a aceitar o destino. Fortalece o corpo e a mente. √Č uma pedra energ√©tica e poderosa. Auxilia no sistema circulat√≥rio e no p√Ęncreas

Ametista - pedra - Ajuda na parte do crescimento espiritual, levando-o √† alta consci√™ncia . Corta as ilus√Ķes e √© de grande ajuda para os meditadores. Facilita a transmuta√ß√£o das energias baixas para frequ√™ncias altas, ambos espiritual e n√≠veis et√©ricos. Limpa as conex√Ķes entre o plano da Terra, outros mundos e multidimens√Ķes. Transmuta e equilibra qualquer energia disfuncional localizado em qualquer parte do corpo. Ametista tamb√©m traz estabilidade, for√ßa, vigora√ß√£o e paz. Usado no tratamento de disordens do sistema nervoso, digestivo e celulares, cora√ß√£o, est√īmago, pele e dentes. Elimina o stress. Inspira cura, e intui√ß√£o.


Anma - Uma forma tradicional de massagem usada no Jap√£o.

Antakarana ‚Äď √© uma palavra s√Ęnscrita ( Antar = meio ou interior e Karana = causa instrumento). O Antakarana √© usado tecnicamente para representar a ponte entre a mente inferior e superior, √© o instrumento operacional entre elas. Pode ser usado na parede, em baixo de uma mesa de Reiki, em baixo de uma cadeira no consult√≥rio de terapia, pois ele promove a cura e ajuda para que isto aconte√ßa.


Aquamarina ‚Äď pedra - Ajuda na digest√£o, limpa e equilibra o emocional. Fortalece o f√≠gado, ba√ßo e rins. Estimula as c√©lulas brancas do sangue. Ajuda a esclarecer confus√Ķes e tamb√©m ajuda a trazer clareza quando estiver tratando de neg√≥cios. Harmoniza as gl√Ęndulas pituit√°rias, regulando o crescimento e harmonizando seu balan√ßo natural. Ajuda a melhorar problemas de vista, especialmente para aqueles que n√£o conseguem ver de perto. Ajuda a acalmar as rea√ß√Ķes do nosso sistema imune, febre, doen√ßas e alergias.

Aromaterapia - consiste na administra√ß√£o de √≥leos, em geral por fric√ß√Ķes na pele, para tratar condi√ß√Ķes t√£o diversas como a inflama√ß√£o, a pele oleosa, a gripe e a queda da imunidade.

Aura - Aura √© a energia liberada pelo corpo humano, que reflete o estado f√≠sico, espiritual e emocional de cada ser. Ela √© o meio para a percep√ß√£o de como √© e de como se encontra o indiv√≠duo, √© a extens√£o da energia do corpo para al√©m do corpo f√≠sico. Consiste em v√°rias ‚Äúcamadas‚ÄĚ: et√©rica, astral, mental e causal.

Aura Zen - é um equipamento que permite a visualização interativa da Aura, gerando uma análise completa com foto da Aura e indicadores do estágio de harmonia de cada pessoa.

C
anal Espiritual: Um canal de energia que se estende entre o topo da cabeça e a base do dorso. Os sete chákras principais localizam-se no canal espiritual.

Ch√°kra ‚Äď Uma roda ou centro de energia no interior do centro energ√©tico. H√° sete ch√°kras principais e v√°rios ch√°kras secund√°rios.

Clarivid√™ncia ‚Äď √© a condi√ß√£o que as pessoas t√™m de ver mat√©ria sutil, ou seja, perisp√≠rito.

Clariaudi√ß√£o ‚Äď √© a condi√ß√£o que a pessoa tem de ouvir vozes de outros planos astrais.

Corpo astral ‚Äď O corpo sutil, energ√©tico, associado √†s nossas emo√ß√Ķes.

Corpo causal ‚Äď O corpo sutil energ√©tico associado √† alma ou ao‚ÄĚ Eu superior‚ÄĚ de uma pessoa.

Corpo espiritual ‚Äď freq√ľentemente tamb√©m chamado de corpo causal, possui a mais alta freq√ľ√™ncia vibrat√≥ria, de todos os corpos de energia. Nas pessoas que ainda est√£o bastante inconscientes do plano espiritual, ele se contrai, junto com a sua aura, ficando cerca de 1 metro do corpo f√≠sico.

Corpo et√©rico ‚Äď Tem aproximadamente a mesma dimens√£o e configura√ß√£o do corpo f√≠sico. Da√≠ a denomina√ß√£o ‚Äúduplo et√©rico‚ÄĚ ou ‚Äúcorpo f√≠sico interior‚ÄĚ... ele √© o portador das for√ßas de configura√ß√£o do corpo f√≠sico, bem como da for√ßa vital e criadora, e de todas as sensa√ß√Ķes f√≠sicas. O corpo et√©rico √© formado de novo a cada reencarna√ß√£o do ser humano e se dissolve tr√™s a cinco dias ap√≥s a morte.

Corpo emocional ‚Äď freq√ľentemente tamb√©m denominado corpo astral, √© o portador dos nossos sentimentos, emo√ß√Ķes e das particularidades do car√°ter. Ele ocupa quase que o mesmo espa√ßo que o corpo f√≠sico. Quanto mais desenvolvida for uma pessoa na express√£o dos seus sentimentos, tend√™ncias e aspectos caracter√≠sticos, tanto mais brilhante e claro aparecer√° o seu corpo emocional. Nesses casos o clarividente divisa um contorno n√≠tido, que se adaptou totalmente √† forma do corpo f√≠sico.

Corpo mental ‚Äď Nossos pensamentos, id√©ias e os conhecimentos racionais, bem como intuitivos, s√£o controlados pelo corpo mental. Sua vibra√ß√£o √© mais elevada que a do corpo et√©rico e emocional e sua estrutura √© menos densa. Tem forma oval, e , numa pessoa altamente evolu√≠da, pode ampliar seu volume a ponto e igualar a do corpo emocional e sua aura. A irradia√ß√£o √°urica do corpo mental atinge alguns metros.

Corpo sutil - Um corpo energ√©tico que se sobrep√Ķe ao corpo f√≠sico e se estende para al√©m deste a fim de formar a aura.

Cromoterapia - O estudo das influências das cores nos estados psíquicos do ser fez surgir mais um caminho no tratamento dos estados emocionais do ser humano. A cromoterapia é uma poderosa ferramenta que complementa outras terapias.

E
nergia - √Č a energia sutil detectada pelos organismos vivos, mas n√£o pelos instrumentos mec√Ęnicos, e que deve ser diferenciada da no√ß√£o ocidental de energia, que a associa √† mat√©ria. Em japon√™s recebe o nome de Ki.

Eu Superior ‚Äď √Č aquela parte da nossa alma que nos une ao Ser divino. Ela n√£o √© limitada nem pelo espa√ßo nem pelo tempo. Por esse motivo tem acesso, a qualquer momento, ao conhecimento total que envolve a vida no universo, bem como a nossa pr√≥pria. Quando nos entregamos √† sua lideran√ßa, leva-nos pelo caminho mais curto e direto √† unidade interior, dissolvendo os bloqueios do nosso sistema de energia t√£o suavemente quanto poss√≠vel.

F
itoterapia - utiliza as plantas medicinais para tratar diversos tipos de doen√ßas e sintomas, como resfriados, gripes e v√īmitos.

For√ßa c√≥smica‚Äď Energia que vem do universo, vem de cima, do cosmos.

Fu - Um √≥rg√£o que participa da transforma√ß√£o do alimento e da bebida em Energia a ser usada pelo corpo, bem como da excre√ß√£o. Geralmente associado a um √≥rg√£o oco, por exemplo: o est√īmago.

H
ara ‚Äď O centro energ√©tico no abd√īmen inferior.

Homeopatia - baseia-se na id√©ia de que "os semelhantes curam-se pelos semelhantes", isto √©, a terapia deve ser feita com subst√Ęncias (dilu√≠das em quantidades, √†s vezes, infinitesimais) que podem produzir quadros cl√≠nicos semelhantes aos da doen√ßa a ser tratada. O diagn√≥stico e tratamento homeop√°ticos tratam o corpo inteiro como um organismo unificado.

J
itsu ‚Äď Um excesso de energia.
K
i ‚Äď O Ki √© universal, e se encontra em toda a parte, em todas as coisas. Ele se manifesta de diferentes maneiras para criar as formas f√≠sicas e os organismos vivos. No corpo humano, d√° origem ao nosso ser f√≠sico, emocional, mental e espiritual.

Kundaline ‚Äď √Č uma esp√©cie de energia localizada no chakra b√°sico, e diga-se de passagem muito forte. O s√≠mbolo da kundaline √© uma cobra enroscada. Quando ela flui, se a pessoa n√£o est√° preparada para recebe-la pode enlouquecer.

Kyo ‚Äď Uma defici√™ncia de Energia.

M
acrobi√≥tica ‚Äď reinterpreta√ß√£o da filosofia e medicina orientais antigas, iniciada neste s√©culo por George Ohsawa, e ensinada, hoje em dia, por Michio Kushi e por outros professores. Enfatiza a vida em harmonia com a natureza e com as leis universais, especialmente atrav√©s da ingest√£o de uma dieta. Energ√©ticamente equilibrada.

Medicina alternativa - compreende abordagens n√£o convencionais visando a cura e a sa√ļde.
Medicina hol√≠stica - trata o indiv√≠duo como um todo e ressalta a intera√ß√£o entre o corpo vivo e o esp√≠rito. Sustenta que √© a resist√™ncia, diminu√≠da por h√°bitos err√īneos e pelo estresse f√≠sico e mental, que torna o organismo suscet√≠vel √†
doen√ßa. Assim, a doen√ßa √© considerada um desequil√≠brio entre for√ßas sociais, pessoais e econ√īmicas, assim como o resultado de influ√™ncias biol√≥gicas.

Medicina oriental - no mundo ocidental, houve um aumento vis√≠vel do interesse por v√°rios aspectos da medicina oriental, como a acupuntura, a massagem, a macrobi√≥tica e as ervas medicinais. Os conceitos da medicina oriental baseiam-se no tao√≠smo. Os tao√≠stas defendem que h√° um movimento constante entre dois p√≥los, o yin e o yang, for√ßas complementares que devem estar em equil√≠brio para criar a sa√ļde e o bem-estar.

Medicina quiropr√°tica - concentra-se na preven√ß√£o e tratamento de processos mediante conselhos psicol√≥gicos, sanit√°rios, de higiene, nutri√ß√£o e pela manipula√ß√£o da coluna e outras articula√ß√Ķes.

Medita√ß√£o - busca alcan√ßar o autocontrole e o controle das rela√ß√Ķes com o ambiente. Durante a medita√ß√£o, o pensamento se separa da percep√ß√£o, fazendo com que o indiv√≠duo possa ficar afastado de suas emo√ß√Ķes.

Meridiano - Um canal de energia que se estende por toda a superfície do corpo, e internamente, pelos órgãos do corpo.

Misso ‚Äď Uma saborosa pasta de feij√£o/soja, usada como tempero de sopas, guisados e outros preparos com vegetais. √Č preparada mediante a fermenta√ß√£o, durante quase um ano, de feij√£o/soja, com um gr√£o de cereal e sal marinho.

Moxibustão - Aplicação de calor aos pontos de acupuntura, por exemplo pela queima de uma pequena quantidade de artemisia seca sobre a pele.

N
aturopatia - usa fontes naturais que, segundo seus defensores, têm poder curativo. O naturopata não emprega remédios de uso externo, como fármacos ou cirurgia, mas utiliza métodos como o jejum, a hidroterapia, a massagem, terapias com vitaminas e minerais, dietas vegetarianas, alimentos sadios, ervas, bandagens com barro e exercícios.

Neurolingu√≠stica ‚Äď programa√ß√£o - √Č o estudo da excel√™ncia humana. PNL √© a capacidade de dar o melhor de si mesmo com mais freq√ľ√™ncia. √Č um m√©todo pr√°tico e eficaz para realizar uma mudan√ßa pessoal. √Č um modelo de como as pessoas estruturam suas esperi√™ncias individuais na vida. Ensina a compreendermos os nossos pr√≥prios √™xitos


√ď
rg√£o - Um conjunto de fun√ß√Ķes que incluem as de um √≥rg√£o f√≠sico, mas abrangem tamb√©m outras fun√ß√Ķes corp√≥reas: a emo√ß√£o, um tecido, um √≥rg√£o do sentido e aspectos da consci√™ncia.

P
erisp√≠rito ‚Äď √Č a c√≥pia do nosso corpo f√≠sico. Ele √© formado por fluidos mentais, que as vezes √© confundido com o corpo carnal.

Plano sutil - onde os olhos n√£o podem enxergar.

Plano Material ‚Äď √© aquele que podemos ver, sentir, tocar.

Plexos ‚Äď s√£o feixes de nervos, situados no corpo f√≠sico, que recebem a energia dos ch√°kras, e a distribuem por todo o corpo.
Prana ‚Äď Energia c√≥smica vital, presente no ar.

R
adiestesia - Pela leitura atenta da hist√≥ria da radiestesia, pode-se perceber que ela √© uma t√©cnica para se obter informa√ß√Ķes atrav√©s do subconsciente, mediante a ativa√ß√£o inconsciente de um instrumento radiest√©sico.

Reiki - é a arte de direcionar e aplicar naturalmente a energia de vida universal (KI), promovendo uma série de benefícios ao ser humano. Traz o equilíbrio energético, físico, emocional e espiritual, equilibrando os centros de energia (chacras), eliminando o stress, a dor, as tristezas e a depressão. Ao aproximarmos as mãos do corpo de outra pessoa, somos canal de energia vital, em sintonia com os mestres. A partir desta compreensão, aprendemos que o encontro é possível e que temos nas mãos a possibilidade de melhora da qualidade de vida e daqueles que se acham em torno de nós.

S
√Ęnscrito ‚Äď Idioma antigo falado na √ćndia.

T
erapias Alternativas - √Č todo o instrumento de Conhecimento, apoio, ou ve√≠culo de Informa√ß√£o que √© empregado de modo espec√≠fico e diferente, daquele que √© usual da Ci√™ncia, e dos demais v√≠nculos de conceitos que s√£o embasados por uma linha tradicional de comprova√ß√£o e aferi√ß√£o de seus resultados.
Por isso Alternativa, pois tratam-se de recursos diferentes dos usuais para se enxergar o Homem e tudo aquilo que envolva o seu relacionamento consigo mesmo, com as pessoas, e com tudo à sua volta, sob o aspecto do seu bem estar, e de um modo natural de viver.

T√©cnicas de relaxamento - consistem no treinamento dos m√ļsculos do corpo para evitar tens√Ķes ocultas. Um dos instrumentos mais utilizados pelos terapeutas √© a respira√ß√£o profunda, j√° que a tens√£o produz, por si pr√≥pria, mudan√ßas na respira√ß√£o. A ioga √© a forma de relaxamento que utiliza a respira√ß√£o e as posturas do corpo para melhorar a agilidade, tanto f√≠sica como mental, e reduzir a tens√£o, possibilitando o relaxamento do corpo.

Tel√ļrica, for√ßa ‚Äď Energias que v√™m da terra, vem de baixo, energia Yin.

Tsubo - Um ponto na pele onde o fluxo de energia de um meridiano ou do corpo, pode ser beneficamente afetado. Usa-se como tsubo para denotar (a) um ponto de acupuntura e (b) qualquer ponto no corpo, onde o fluxo de energia pode ser beneficamente alterado.

X
amanismo - Religi√£o primitiva dos povos uralo-altaicos do Norte da √Āsia e da Europa, caracterizada pela cren√ßa em um mundo invis√≠vel de deuses, dem√īnios e esp√≠ritos ancestrais, que podem ser influenciados apenas pelos xam√£s.
Qualquer prática religiosa semelhante, especialmente as de certos índios norte-americanos, caracterizadas pelo transe medianímico.

Y
ang - Qualquer fen√īmeno ou forma na qual a energia est√°, basicamente, se contraindo ou tornando-se mais organizada, como, por exemplo, animais, crescimento, trabalho, introvers√£o.

Yin - Qualquer fen√īmeno ou forma no qual a Energia est√°, basicamente se expandindo ou tornando-se mais dispersada, como, por exemplo na express√£o, no relaxamento.

Z
ang ‚Äď Um √≥rg√£o relacionado com a armazenagem de energia e geralmente associado a um √≥rg√£o s√≥lido, como por exemplo, o f√≠gado.



Pesquisa realizada em diversos livros e sites da Internet relacionados a misticismo.




GLOSS√ĀRIO ‚Äď ENERG√ČTICO


A
cupuntura - consiste na inserção de agulhas em determinados pontos do corpo, pelos quais se acredita fluir energia vital. Nos países ocidentais, é usada principalmente para aliviar a dor.

√Āgata - pedra - Desenvolve a coragem e a for√ßa, ajudando a descobrir a verdade e a aceitar o destino. Fortalece o corpo e a mente. √Č uma pedra energ√©tica e poderosa. Auxilia no sistema circulat√≥rio e no p√Ęncreas

Ametista - pedra - Ajuda na parte do crescimento espiritual, levando-o √† alta consci√™ncia . Corta as ilus√Ķes e √© de grande ajuda para os meditadores. Facilita a transmuta√ß√£o das energias baixas para frequ√™ncias altas, ambos espiritual e n√≠veis et√©ricos. Limpa as conex√Ķes entre o plano da Terra, outros mundos e multidimens√Ķes. Transmuta e equilibra qualquer energia disfuncional localizado em qualquer parte do corpo. Ametista tamb√©m traz estabilidade, for√ßa, vigora√ß√£o e paz. Usado no tratamento de disordens do sistema nervoso, digestivo e celulares, cora√ß√£o, est√īmago, pele e dentes. Elimina o stress. Inspira cura, e intui√ß√£o.


Anma - Uma forma tradicional de massagem usada no Jap√£o.

Antakarana ‚Äď √© uma palavra s√Ęnscrita ( Antar = meio ou interior e Karana = causa instrumento). O Antakarana √© usado tecnicamente para representar a ponte entre a mente inferior e superior, √© o instrumento operacional entre elas. Pode ser usado na parede, em baixo de uma mesa de Reiki, em baixo de uma cadeira no consult√≥rio de terapia, pois ele promove a cura e ajuda para que isto aconte√ßa.


Aquamarina ‚Äď pedra - Ajuda na digest√£o, limpa e equilibra o emocional. Fortalece o f√≠gado, ba√ßo e rins. Estimula as c√©lulas brancas do sangue. Ajuda a esclarecer confus√Ķes e tamb√©m ajuda a trazer clareza quando estiver tratando de neg√≥cios. Harmoniza as gl√Ęndulas pituit√°rias, regulando o crescimento e harmonizando seu balan√ßo natural. Ajuda a melhorar problemas de vista, especialmente para aqueles que n√£o conseguem ver de perto. Ajuda a acalmar as rea√ß√Ķes do nosso sistema imune, febre, doen√ßas e alergias.

Aromaterapia - consiste na administra√ß√£o de √≥leos, em geral por fric√ß√Ķes na pele, para tratar condi√ß√Ķes t√£o diversas como a inflama√ß√£o, a pele oleosa, a gripe e a queda da imunidade.

Aura - Aura √© a energia liberada pelo corpo humano, que reflete o estado f√≠sico, espiritual e emocional de cada ser. Ela √© o meio para a percep√ß√£o de como √© e de como se encontra o indiv√≠duo, √© a extens√£o da energia do corpo para al√©m do corpo f√≠sico. Consiste em v√°rias ‚Äúcamadas‚ÄĚ: et√©rica, astral, mental e causal.

Aura Zen - é um equipamento que permite a visualização interativa da Aura, gerando uma análise completa com foto da Aura e indicadores do estágio de harmonia de cada pessoa.

C
anal Espiritual: Um canal de energia que se estende entre o topo da cabeça e a base do dorso. Os sete chákras principais localizam-se no canal espiritual.

Ch√°kra ‚Äď Uma roda ou centro de energia no interior do centro energ√©tico. H√° sete ch√°kras principais e v√°rios ch√°kras secund√°rios.

Clarivid√™ncia ‚Äď √© a condi√ß√£o que as pessoas t√™m de ver mat√©ria sutil, ou seja, perisp√≠rito.

Clariaudi√ß√£o ‚Äď √© a condi√ß√£o que a pessoa tem de ouvir vozes de outros planos astrais.

Corpo astral ‚Äď O corpo sutil, energ√©tico, associado √†s nossas emo√ß√Ķes.

Corpo causal ‚Äď O corpo sutil energ√©tico associado √† alma ou ao‚ÄĚ Eu superior‚ÄĚ de uma pessoa.

Corpo espiritual ‚Äď freq√ľentemente tamb√©m chamado de corpo causal, possui a mais alta freq√ľ√™ncia vibrat√≥ria, de todos os corpos de energia. Nas pessoas que ainda est√£o bastante inconscientes do plano espiritual, ele se contrai, junto com a sua aura, ficando cerca de 1 metro do corpo f√≠sico.

Corpo et√©rico ‚Äď Tem aproximadamente a mesma dimens√£o e configura√ß√£o do corpo f√≠sico. Da√≠ a denomina√ß√£o ‚Äúduplo et√©rico‚ÄĚ ou ‚Äúcorpo f√≠sico interior‚ÄĚ... ele √© o portador das for√ßas de configura√ß√£o do corpo f√≠sico, bem como da for√ßa vital e criadora, e de todas as sensa√ß√Ķes f√≠sicas. O corpo et√©rico √© formado de novo a cada reencarna√ß√£o do ser humano e se dissolve tr√™s a cinco dias ap√≥s a morte.

Corpo emocional ‚Äď freq√ľentemente tamb√©m denominado corpo astral, √© o portador dos nossos sentimentos, emo√ß√Ķes e das particularidades do car√°ter. Ele ocupa quase que o mesmo espa√ßo que o corpo f√≠sico. Quanto mais desenvolvida for uma pessoa na express√£o dos seus sentimentos, tend√™ncias e aspectos caracter√≠sticos, tanto mais brilhante e claro aparecer√° o seu corpo emocional. Nesses casos o clarividente divisa um contorno n√≠tido, que se adaptou totalmente √† forma do corpo f√≠sico.

Corpo mental ‚Äď Nossos pensamentos, id√©ias e os conhecimentos racionais, bem como intuitivos, s√£o controlados pelo corpo mental. Sua vibra√ß√£o √© mais elevada que a do corpo et√©rico e emocional e sua estrutura √© menos densa. Tem forma oval, e , numa pessoa altamente evolu√≠da, pode ampliar seu volume a ponto e igualar a do corpo emocional e sua aura. A irradia√ß√£o √°urica do corpo mental atinge alguns metros.

Corpo sutil - Um corpo energ√©tico que se sobrep√Ķe ao corpo f√≠sico e se estende para al√©m deste a fim de formar a aura.

Cromoterapia - O estudo das influências das cores nos estados psíquicos do ser fez surgir mais um caminho no tratamento dos estados emocionais do ser humano. A cromoterapia é uma poderosa ferramenta que complementa outras terapias.

E
nergia - √Č a energia sutil detectada pelos organismos vivos, mas n√£o pelos instrumentos mec√Ęnicos, e que deve ser diferenciada da no√ß√£o ocidental de energia, que a associa √† mat√©ria. Em japon√™s recebe o nome de Ki.

Eu Superior ‚Äď √Č aquela parte da nossa alma que nos une ao Ser divino. Ela n√£o √© limitada nem pelo espa√ßo nem pelo tempo. Por esse motivo tem acesso, a qualquer momento, ao conhecimento total que envolve a vida no universo, bem como a nossa pr√≥pria. Quando nos entregamos √† sua lideran√ßa, leva-nos pelo caminho mais curto e direto √† unidade interior, dissolvendo os bloqueios do nosso sistema de energia t√£o suavemente quanto poss√≠vel.

F
itoterapia - utiliza as plantas medicinais para tratar diversos tipos de doen√ßas e sintomas, como resfriados, gripes e v√īmitos.

For√ßa c√≥smica‚Äď Energia que vem do universo, vem de cima, do cosmos.

Fu - Um √≥rg√£o que participa da transforma√ß√£o do alimento e da bebida em Energia a ser usada pelo corpo, bem como da excre√ß√£o. Geralmente associado a um √≥rg√£o oco, por exemplo: o est√īmago.

H
ara ‚Äď O centro energ√©tico no abd√īmen inferior.

Homeopatia - baseia-se na id√©ia de que "os semelhantes curam-se pelos semelhantes", isto √©, a terapia deve ser feita com subst√Ęncias (dilu√≠das em quantidades, √†s vezes, infinitesimais) que podem produzir quadros cl√≠nicos semelhantes aos da doen√ßa a ser tratada. O diagn√≥stico e tratamento homeop√°ticos tratam o corpo inteiro como um organismo unificado.

J
itsu ‚Äď Um excesso de energia.
K
i ‚Äď O Ki √© universal, e se encontra em toda a parte, em todas as coisas. Ele se manifesta de diferentes maneiras para criar as formas f√≠sicas e os organismos vivos. No corpo humano, d√° origem ao nosso ser f√≠sico, emocional, mental e espiritual.

Kundaline ‚Äď √Č uma esp√©cie de energia localizada no chakra b√°sico, e diga-se de passagem muito forte. O s√≠mbolo da kundaline √© uma cobra enroscada. Quando ela flui, se a pessoa n√£o est√° preparada para recebe-la pode enlouquecer.

Kyo ‚Äď Uma defici√™ncia de Energia.

M
acrobi√≥tica ‚Äď reinterpreta√ß√£o da filosofia e medicina orientais antigas, iniciada neste s√©culo por George Ohsawa, e ensinada, hoje em dia, por Michio Kushi e por outros professores. Enfatiza a vida em harmonia com a natureza e com as leis universais, especialmente atrav√©s da ingest√£o de uma dieta. Energ√©ticamente equilibrada.

Medicina alternativa - compreende abordagens n√£o convencionais visando a cura e a sa√ļde.
Medicina hol√≠stica - trata o indiv√≠duo como um todo e ressalta a intera√ß√£o entre o corpo vivo e o esp√≠rito. Sustenta que √© a resist√™ncia, diminu√≠da por h√°bitos err√īneos e pelo estresse f√≠sico e mental, que torna o organismo suscet√≠vel √†
doen√ßa. Assim, a doen√ßa √© considerada um desequil√≠brio entre for√ßas sociais, pessoais e econ√īmicas, assim como o resultado de influ√™ncias biol√≥gicas.

Medicina oriental - no mundo ocidental, houve um aumento vis√≠vel do interesse por v√°rios aspectos da medicina oriental, como a acupuntura, a massagem, a macrobi√≥tica e as ervas medicinais. Os conceitos da medicina oriental baseiam-se no tao√≠smo. Os tao√≠stas defendem que h√° um movimento constante entre dois p√≥los, o yin e o yang, for√ßas complementares que devem estar em equil√≠brio para criar a sa√ļde e o bem-estar.

Medicina quiropr√°tica - concentra-se na preven√ß√£o e tratamento de processos mediante conselhos psicol√≥gicos, sanit√°rios, de higiene, nutri√ß√£o e pela manipula√ß√£o da coluna e outras articula√ß√Ķes.

Medita√ß√£o - busca alcan√ßar o autocontrole e o controle das rela√ß√Ķes com o ambiente. Durante a medita√ß√£o, o pensamento se separa da percep√ß√£o, fazendo com que o indiv√≠duo possa ficar afastado de suas emo√ß√Ķes.

Meridiano - Um canal de energia que se estende por toda a superfície do corpo, e internamente, pelos órgãos do corpo.

Misso ‚Äď Uma saborosa pasta de feij√£o/soja, usada como tempero de sopas, guisados e outros preparos com vegetais. √Č preparada mediante a fermenta√ß√£o, durante quase um ano, de feij√£o/soja, com um gr√£o de cereal e sal marinho.

Moxibustão - Aplicação de calor aos pontos de acupuntura, por exemplo pela queima de uma pequena quantidade de artemisia seca sobre a pele.

N
aturopatia - usa fontes naturais que, segundo seus defensores, têm poder curativo. O naturopata não emprega remédios de uso externo, como fármacos ou cirurgia, mas utiliza métodos como o jejum, a hidroterapia, a massagem, terapias com vitaminas e minerais, dietas vegetarianas, alimentos sadios, ervas, bandagens com barro e exercícios.

Neurolingu√≠stica ‚Äď programa√ß√£o - √Č o estudo da excel√™ncia humana. PNL √© a capacidade de dar o melhor de si mesmo com mais freq√ľ√™ncia. √Č um m√©todo pr√°tico e eficaz para realizar uma mudan√ßa pessoal. √Č um modelo de como as pessoas estruturam suas esperi√™ncias individuais na vida. Ensina a compreendermos os nossos pr√≥prios √™xitos


√ď
rg√£o - Um conjunto de fun√ß√Ķes que incluem as de um √≥rg√£o f√≠sico, mas abrangem tamb√©m outras fun√ß√Ķes corp√≥reas: a emo√ß√£o, um tecido, um √≥rg√£o do sentido e aspectos da consci√™ncia.

P
erisp√≠rito ‚Äď √Č a c√≥pia do nosso corpo f√≠sico. Ele √© formado por fluidos mentais, que as vezes √© confundido com o corpo carnal.

Plano sutil - onde os olhos n√£o podem enxergar.

Plano Material ‚Äď √© aquele que podemos ver, sentir, tocar.

Plexos ‚Äď s√£o feixes de nervos, situados no corpo f√≠sico, que recebem a energia dos ch√°kras, e a distribuem por todo o corpo.
Prana ‚Äď Energia c√≥smica vital, presente no ar.

R
adiestesia - Pela leitura atenta da hist√≥ria da radiestesia, pode-se perceber que ela √© uma t√©cnica para se obter informa√ß√Ķes atrav√©s do subconsciente, mediante a ativa√ß√£o inconsciente de um instrumento radiest√©sico.

Reiki - é a arte de direcionar e aplicar naturalmente a energia de vida universal (KI), promovendo uma série de benefícios ao ser humano. Traz o equilíbrio energético, físico, emocional e espiritual, equilibrando os centros de energia (chacras), eliminando o stress, a dor, as tristezas e a depressão. Ao aproximarmos as mãos do corpo de outra pessoa, somos canal de energia vital, em sintonia com os mestres. A partir desta compreensão, aprendemos que o encontro é possível e que temos nas mãos a possibilidade de melhora da qualidade de vida e daqueles que se acham em torno de nós.

S
√Ęnscrito ‚Äď Idioma antigo falado na √ćndia.

T
erapias Alternativas - √Č todo o instrumento de Conhecimento, apoio, ou ve√≠culo de Informa√ß√£o que √© empregado de modo espec√≠fico e diferente, daquele que √© usual da Ci√™ncia, e dos demais v√≠nculos de conceitos que s√£o embasados por uma linha tradicional de comprova√ß√£o e aferi√ß√£o de seus resultados.
Por isso Alternativa, pois tratam-se de recursos diferentes dos usuais para se enxergar o Homem e tudo aquilo que envolva o seu relacionamento consigo mesmo, com as pessoas, e com tudo à sua volta, sob o aspecto do seu bem estar, e de um modo natural de viver.

T√©cnicas de relaxamento - consistem no treinamento dos m√ļsculos do corpo para evitar tens√Ķes ocultas. Um dos instrumentos mais utilizados pelos terapeutas √© a respira√ß√£o profunda, j√° que a tens√£o produz, por si pr√≥pria, mudan√ßas na respira√ß√£o. A ioga √© a forma de relaxamento que utiliza a respira√ß√£o e as posturas do corpo para melhorar a agilidade, tanto f√≠sica como mental, e reduzir a tens√£o, possibilitando o relaxamento do corpo.

Tel√ļrica, for√ßa ‚Äď Energias que v√™m da terra, vem de baixo, energia Yin.

Tsubo - Um ponto na pele onde o fluxo de energia de um meridiano ou do corpo, pode ser beneficamente afetado. Usa-se como tsubo para denotar (a) um ponto de acupuntura e (b) qualquer ponto no corpo, onde o fluxo de energia pode ser beneficamente alterado.

X
amanismo - Religi√£o primitiva dos povos uralo-altaicos do Norte da √Āsia e da Europa, caracterizada pela cren√ßa em um mundo invis√≠vel de deuses, dem√īnios e esp√≠ritos ancestrais, que podem ser influenciados apenas pelos xam√£s.
Qualquer prática religiosa semelhante, especialmente as de certos índios norte-americanos, caracterizadas pelo transe medianímico.

Y
ang - Qualquer fen√īmeno ou forma na qual a energia est√°, basicamente, se contraindo ou tornando-se mais organizada, como, por exemplo, animais, crescimento, trabalho, introvers√£o.

Yin - Qualquer fen√īmeno ou forma no qual a Energia est√°, basicamente se expandindo ou tornando-se mais dispersada, como, por exemplo na express√£o, no relaxamento.

Z
ang ‚Äď Um √≥rg√£o relacionado com a armazenagem de energia e geralmente associado a um √≥rg√£o s√≥lido, como por exemplo, o f√≠gado.



Pesquisa realizada em diversos livros e sites da Internet relacionados a misticismo.





[VER PERGUNTA]
[RESPONDER]
[NOVA MENSAGEM]
[VER LISTA]

Respostas:
Atualiza√ß√£o gloss√°rio energ√©tico  [Esta Mensagem]







A EspaÁo MŪstico n„o se reponsabiliza pelo conteķdo do Newsgroup MŪstico


Estamos à procura de artigo esotéricos. Publique na EspaÁo MŪstico!





INTRODU«√O

Comunidade na
ORKUT


Grupo no
FACEBOOK


HOR”SCOPOS:
NORMAL
DIŃRIO
CIGANO
CHIN S
EGÕPCIO

ARTIGOS:
TAR‘
YOGA
VELAS
ERVAS
REIKI
ANJOS
BANHOS
APELOS
MAGIAS
SONHOS
CRISTAIS
ORA«’ES
CREN«AS
CHAKRAS
MANTRAS
FENG SHUI
MANDALAS
MEDITA«√O
TALISM√S
LINHAS GEOPŃTICAS
PLANETAS
SIMPATIAS
NUMEROLOGIA
AROMATERAPIA
SAINT GERMAIN
CROMOTERAPIA
FLORAIS DE BACH


SIGNIFICADO DOS SONHOS

LIVROS

CONTOS

ARTIGOS

ANŕNCIOS

ORA«’ES E SIMPATIAS


E-MAIL